Revezamento Azul celebra cuidados com a saúde do homem

Revezamento Azul celebra cuidados com a saúde do homem

Cerca de 150 pessoas participaram neste sábado (05) do Revezamento Azul – iniciativa do Centro de Terapia Oncológica (CTO – Petrópolis), que tem o objetivo de chamar atenção para os cuidados com a saúde do homem, em especial para o diagnóstico precoce do câncer de próstata. A ação contou com premiações distintas para os quartetos e octetos, tendo os vencedores concluído 80 e 79 voltas no percurso, respectivamente.

O Revezamento faz parte das ações do CTO neste Novembro Azul. O mês é destacado para iniciativas de prevenção ao câncer de próstata, o segundo com maior incidência entre os homens, mas que, se for descoberto precocemente, as chances de cura são de 90%, de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).

“O esporte é uma das formas de prevenção do câncer de próstata, por isso buscamos uma ação como essa, que reúne, além da atividade física em si, um ambiente de confraternização onde a nossa causa, que é o diagnóstico da doença, seja evidenciada. Estou muito feliz que os petropolitanos abraçaram essa ação e espero que essa conscientização, assim como o bastão utilizado nesta corrida, seja repassada permanentemente”, destaca a médica oncologista do CTO, Carla Ismael. O CTO teve como representante no Revezamento, em diferentes equipes, o médico Pedro Ismael, os psicólogos Roberto Francisco e Carolina Carvalhaes e o técnico em farmácia, Marcos Argon.

Entre os corredores da prova estava o médico gastroenterologista, Ricardo Blanc. Padrinho do Revezamento Azul, ele operou há dois anos, fez radioterapia e concluiu a quimioterapia em agosto passado. “O atendimento que a gente tem no CTO, o acolhimento que recebemos é muito bacana. A gente se sente cuidado de verdade. Para mim, estar aqui hoje é motivo de alegria e gratidão. Uma honra ter recebido o convite para ser padrinho. E é bom que a gente possa conscientizar os homens de uma maneira geral a cuidar da saúde e manter os exames anuais em dia”, destacou.

Aos 87 anos, Seu Nonô, figurinha carimbada das corridas de Petrópolis, abraçou a causa e marcou presença no Revezamento ao lado da esposa, dona Verinha, de 76. “Eu aconselho a todos a sempre fazer o exame porque dá mais tranquilidade saber que tá tudo bem conosco e não ficar com essa preocupação a respeito. Isso é importante! E fazer atividade física também”, disse.

O Revezamento Azul contou com o apoio da Sociedade Franco Brasileira de Oncologia, da Diocese de Petrópolis, da Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde e Esportes, do Armazém do Grão, Vilela Pedras Medicina Nuclear e do Laboratório de Corrêas.

O secretário municipal de esportes, Rafael Simão, parabenizou o CTO pela iniciativa de fazer esse assunto chegar a todos os cantos e trazer à tona uma questão tão delicada. “A cada 38 minutos um homem morre de câncer de próstata porque não gosta de fazer os exames e ir ao médico, principalmente para tratar uma doença tão sensível quanto esta. Portanto, estamos apoiando todos os eventos que evidenciem esse tema”, salientou.

Leave a Reply

Your email address will not be published.